Loading...

Como vai a sua língua?

Como vai a sua língua?
24 de abril de 2017

Escovar bem os dentes é algo que se aprende desde cedo. Passar o fio dental também já é algo automático em nossas vidas. Mas e a língua? Você tem o costume de higienizá-la?

 

Vou te contar um segredo: a sua língua fala mais sobre você do que você imagina!

Ela diz muitas vezes se sua saúde vai bem, mal, mais ou menos… A língua pode ser um ótimo medidor de saúde oral e geral também!

A limpeza da língua ainda é algo muito esquecido pela maioria das pessoas. Mas saiba que é de extrema importância que ela esteja limpa e livre de bactérias. Para isso recomendamos a limpeza da língua seja incluída no seu ritual de higiene bucal e de beleza. Sim, beleza! Vá agora mesmo no espelho, coloque a língua para fora, dê uma nota para a aparência da sua língua, e me responda: ela parece estar saudável?

Pela sua característica rugosa na superfície, a língua é uma morada certa para bactérias e restos alimentares, que podem influenciar no surgimento de problemas infecciosos e no desenvolvimento da halitose de origem bucal, o desagradável mau hálito.

Nós Dentistas recomendamos que a língua seja limpa de uma a duas vezes por dia. Não é preciso escovar com pasta de dente, mas os limpadores ou raspadores de língua são uma boa opção.

 

Limpando a casa:

No Mercado existem limpadores ou raspadores específicos para língua. O limpador de língua funciona por meio da raspagem suave e firme, eliminando assim as bactérias e o mau hálito.

Devemos usar raspando com cuidado na parte posterior a anterior da língua, de trás para frente. Indicamos a troca dele de dois em dois meses, assim como as escovas. Mas se você não tem ou não de habituou com o raspador de língua, use a própria escova dental (macia! sempre!), fazendo os mesmos movimentos. O importante é manter a casa limpa :).

Indico o limpador, como maneira mais eficaz, já que as cerdas da escova podem machucar as papilas; mas caso vá utilizar a escova, lembre-se que ela precisa ser macia ou super macia, e que não precisa chegar na úvula para não sentir ânsia.

Dê a sua língua a atenção diária que ela merece!

 

Observe, analise, cuide e escove sua língua todos os dias; não fume!

A sua língua pode contar muito sobre como vai a sua saúde geral, além de fazer parte essencial da higiene bucal, por isso, aqui vai uma dica de amigo: adquira o hábito de examinar a sua língua. E se você sentir/ver alguma alteração da normalidade, ou um dos sinais que eu vou te contar, procure um Cirurgião-Dentista (é legal procurar Dentistas especialistas em Estomatologia Oral/Diagnóstico Bucal).

– A cor deve ser rosada, a consistência firme, sem tremores e irregularidades.

– Placas brancas no dorso da língua? Má higiene bucal que pode gerar halitose (mau hálito) e infecções sistêmicas.

– Inchaços? Pode ser por alergia, inflamação ou até mesmo formação de tumor

– Lisa? Indicativo de anemia ou outras doenças sistêmicas.

– Ardência? Geralmente por conta da diminuição do fluxo salivar, a xerostomia (que pode ocorrer por uso de certos medicamentos, doenças sistêmicas como diabetes, alto nível de estresse, ansiedade, …)

– Infecções causadas por fungos ou vírus também alteram o aspecto da língua de diversas formas. Então, qualquer indicativo de mudança do normal, procure um profissional

– Como Lesões chamadas leucoplasias (brancas) e eritroplasias (vermelhas), são lesões benignas que podem se tornar malignas (quando existe fumo + álcool) e geralmente ocorrem na borda lateral da língua e tem maior incidência naqueles que fumam.

Posts relacionados

Comentários

Pular para a barra de ferramentas